K-Recomenda: #Sal

Olá pessoas, leitoras e leitores queridos! Tudo bem com vocês?

Resolvi criar o K-Recomenda, que vai um espaço para eu compartilhar algum canal, vídeo, podcast ou site que eu goste ou que eu ache interessante.

Muitas vezes sinto que não tenho nada interessante pra assistir ou ouvir. Daí entro no youtube, fico olhando as recomendações do youtube mas não tenho vontade de assistir. Pensei que esse problema talvez aconteça com mais pessoas e resolvi compartilhar as coisas que eu gosto.

Para estrear, vou indicar um canal muito bacana, que tem um clima muito tranquilo e gostoso. Dá uma paz assistir! Esse canal é o #Sal (Hashtag Sal).

O #Sal é um canal sobre veleiros, pessoas que velejam, pessoas que moram em veleiros, viagens pelo mar, histórias de vida, desapego, mudanças, reflexões.

Não entendo nada de veleiros, fui poucas vezes à praia e as ondas nem precisam ser muito altas pra eu ficar com medo de entrar na água. Mas nem precisa ter tanta intimidade com o mar para ficar minimamente instigado a imaginar como seria viver em um veleiro. Basta assistir alguns vídeos.

Vou indicar meu vídeo favorito. Vocês já sabem que me interesso bastante por receitas…então essa indicação tem tudo a ver: Receita de pão que não precisa sovar.

O canal está cheio de vídeos bacanas. Vale a pena assistir todos!

Espero que tenham gostado desse novo espaço e se você tiver algum canal, vídeo ou filme para indicar, deixe um comentário!

Obrigada e até a próxima!

Ka

 

Anúncios

O meu pé de laranja lima

meu_pe_de_laranja_limaOlá meus amigos leitores. Faz um tempinho que não posto aqui no blog não é mesmo? E fazia mais tempo ainda que eu não fazia um post sobre livros.

Nas minhas férias que foram em novembro/dezembro, aproveitei para descansar e para ler.  Aproveitei para terminar Crime e Castigo ( tem um post aqui no blog  da época que eu estava lendo e estou pensando em fazer um post sobre o que achei do desfecho),  li “O meu pé de laranja lima” do José Mauro de Vasconcelos, “Misto Quente” do Charles Bukowski e comecei a ler “Persepolis” da Marjane Satrapi. Então, depois desse spolier,  vocês já sabem quais serão os próximos posts sobre livros =)

O livro ‘O meu pé de laranja lima‘ é um livro tranquilo de ler, com uma linguagem simples e sensível. Aqui em casa eu tinha uma edição igual a da imagem, mas é uma edição antiga…

Fiquei pensando em como fazer escrever esse post sem dar spoiler e ao mesmo tempo de uma forma que eu pudesse transmitir minha vontade convencê-los a ler esse livro. Daí cheguei a conclusão que o melhor é eu não contar nada! Mas daí, pensei que esse post não teria sentido de ser escrito. Então resolvi contar algumas coisinhas…

Achei esse enredo no Wikipédia para vocês terem uma ideia do cenário em que se passa a história:

‘Este livro retrata a história de um menino de cinco anos chamado Zezé, que pertencia a uma família muito pobre e numerosa. Sua mãe trabalhava numa fábrica e o pai estava desempregado. Passavam por muitas dificuldades, pelo que as irmãs mais velhas que tomavam conta dos mais novos e, por sua vez, Zezé tomava conta do seu irmãozinho mais novo, Luís.’

Para ver mais detalhes no Wikipédia, clique aqui.

Outra coisa que posso dizer é que o livro fala sobre amizade, e se eu fosse resumir em poucas palavras eu diria que é uma história bonita , triste e real. E para finalmente convencê-los…é um livro curto…tem menos de 200 páginas =)

Espero que vocês leiam e que gostem, assim como eu gostei!

Uma ótima semana para todos nós! Beijos!

Ka

Wild – Livre

wild-01

Olá pessoal, tudo bem?

Faz um tempo que não faço um post sobre filmes. Sábado passado eu assisti o filme Wild (Livre, título do filme em português). Achei que o título do filme em inglês não representa muito bem o que é o filme…mas vamos lá!

O filme é baseado no livro “Livre – A Jornada de Uma Mulher Em Busca do Recomeço” de Cheryl Strayed. A autora conta como foi sua longa caminhada pela trilha Pacific Crest Trail (PCT). Essa trilha conta com  4260 km de extensão que vai desde a fronteira dos Estados Unidos com o México até a fronteira dos Estados Unidos com o Canadá.

WILD

WILD – 2014 FILM STILL – Reese Witherspoon as “Cheryl Strayed” – Photo Credit: Anne Marie/Fox © 2014 Twentieth Century Fox

A trilha é um grande desafio para qualquer pessoa, ainda mais se essa pessoa não tiver nenhum preparo. E para uma mulher é ainda mais perigoso. Ela passa por diversas situações inesperadas mas continua seguindo em frente.

wild-02

Durante a trilha, lembranças do passado vêm à sua mente. Cheryl, nos últimos anos, passou a usar drogas e ter uma vida sexual promíscua. Momentos com sua mãe, com o irmão, com o ex-marido e toda a confusão que sua vida se tornou são memórias que Cheryl carrega consigo. E ela precisa se reconciliar com seu passado para seguir em frente e mudar de vida.

WILD

WILD – 2014 FILM STILL – Reese Witherspoon as “Cheryl Strayed” – Photo Credit: Anne Marie/Fox © 2014 Twentieth Century Fox

Acho bem interessante como o isolamento e a natureza podem ajudar na saúde mental. Às vezes, acho que precisamos sair um pouco do ambiente em que estamos imersos. Deixar nossa rotina, nossos vícios, nossas convicções e nossas manias, e experimentar um novo ambiente, nem que seja por um tempo pequeno. Isso ajuda a olhar nossa vida sob um outro ângulo. Algumas pessoas precisam de pouco tempo para retomar sua vida. Outras precisam de bem mais tempo para se reconciliar com sua história.

 

Outro filme que gostei muito e que fala sobre essa fuga para a natureza  é o Into The Wild. Vale a pena conferir o post.

Então, é isso! Um grande abraço!

Ka

Borboleta Azul – Usando giz pastel à óleo

Olá pessoal, tudo bem?

Sábado fui em uma loja de materiais para artesanato e comprei um giz pastel à óleo. Na verdade, eu nem sabia que tinha o giz pastel seco e o giz pastel à óleo hehe. Procurei um desenho fácil para começar e encontrei um vídeo com uma borboleta azul. No vídeo ele usa o seco, mas resolvi arriscar e brincar um pouco. Esse é o resultado final:

desenho-borboleta-azul-01

Desenhar e pintar foi muito legal! Me lembrei de como eu adorava passar horas desenhando e pintando. Eu nem tinha muitos lápis de cor e meu sonho era ter lápis de cor aquarelável hehe. Fiquei pensando em porquê nós deixamos de fazer as coisas que gostamos. Fiquei triste neste momento rs. Mas logo fiquei feliz por perceber que eu estava voltando a fazer algo que eu adorava.

O melhor é que agora temos muitos vídeos com tutoriais e aulas de desenho “free” no YouTube. Dá para se divertir bastante e aprender várias técnicas. Na minha época, não tinha nada disso rs. É lógico que a arte de desenhar exige bastante treino. Mas, para se divertir não precisamos ser tão exigentes né?

desenho-borboleta-azul-02desenho-borboleta-azul-03

 

Mas voltando à borboleta…

O mais difícil foi desenhar uma borboleta simétrica!!! Pintar foi bem divertido! Ah…paguei R$ 19,90 a caixinha com 12 cores! Dá para brincar bastante!

Como eu disse, no vídeo ele usa o pastel seco e eu usei o à óleo. Não sei se é por causa disso ou por falta de técnica mesmo, não consegui esfumar muito as cores. O giz à óleo é bem parecido com o giz de cera, só que o pastel é um pouco mais macio. Vou pesquisar algumas técnicas para usar melhor o pastel à óleo (ou oleoso) e quero comprar o seco também!!!

Se você quiser assistir o vídeo que usei como inspiração clique aqui.

E você? Tem alguma coisa que você adora e que faz um tempão que você não faz? Comente!!!

Uma ótima semana a todos.

Beijos da Kah

Que horas ela volta?

Olá queridos leitores! Tudo bem com vocês?que-horas-ela-volta-01

Que tal pegar um cinema e curtir um filme nacional? “Que horas ela volta” é uma história contada de forma simples e sensível, e que desenvolve críticas sociais interessantes.

O filme já gerou premiações e será indicado para concorrer ao Oscar na categoria de melhor filme em língua estrangeira. Bom, vamos ao que interessa!!!

Val (Regina Casé) é mulher que viu obrigada a mudar para São Paulo com o objetivo de proporcionar uma vida melhor para sua filha.

Trabalhando como babá e empregada de uma família, Val acaba se distanciando de Jéssica (Camila Márdila), que ainda criança, fica em Pernambuco.

Por outro lado, Val constrói uma relação de muito carinho com o filho dos patrões. O menino tem a mesma idade de sua filha e ela cuida dele com o carinho de mãe.

que-horas-ela-volta-02

Após mais de dez anos sem se verem, Jéssica decide ir para São Paulo prestar vestibular. Val consegue a permissão de sua patroa para que Jéssica possa ficar no quartinho dos fundos junto com a mãe.

Jéssica chega à casa dos patrões de sua mãe, e partir daí, ela começa a “incomodar”. Dá uma espiada no trailer:

É um ótimo filme para repensarmos na estrutura da nossa sociedade e para refletir no quanto temos ignorado o potencial das pessoas mais carentes de recursos. Será que estamos criando oportunidades para elas se desenvolverem?

Bom, vou finalizar o post por aqui! Eu adorei o filme e digo: vale a pena assistir!

Bjus e uma ótima semana a todos nós!!!

Kah

EcoBags – Reaproveitando o Jeans usado

Olá queridos leitores!

Que tal tirar aquele jeans velho e dar uma nova funcionalidade para ele? Foi o que minha mãe e eu fizemos! Reaproveitamos aquela calça jeans que estava no fundo do guarda-roupas e costuramos essas ecobags lindas!

Nós usamos calças jeans daquelas que não esticam. Na verdade, a maioria das calças que usamos eram calças masculinas. Não temos um molde, pois cada calça era de um jeito. E o tamanho da sacola também variou conforme o tamanho da calça.

Primeiro cortamos e costuramos os retalhos do jeans. Depois costuramos tecidos estampados para dar um colorido à sacola.

Na verdade, eu só fiz uma sacola, a da primeira foto. A minha mãe viu a minha, e resolver fazer mais e bem melhor hehe.

eco-bag-01   eco-bag-02

eco-bag-03    eco-bag-04

Essa é uma ideia muito legal para quem curte sustentabilidade e artesanato. Além de usar menos sacolinhas de plástico, você reaproveita o jeans. E o jeans é muito bom para fazer essas sacolas porque ele é bem resistente. Dá para colocar coisas pesadas, sem medo.

Eu estou usando muito as minhas e minha mãe também! Quando vou ao mercado nem levo a bolsa, só levo essas ecobags. Coloco minha carteira na bolsinha da frente e uso a ecobag como uma bolsa normal. Quando sei que vou comprar bastante coisas, eu levo as ecobags dobradinhas dentro daquela que eu estiver usando! É um charme né?

Bjs e ótima semana a todos!

Kah

Presentes criativos para o Dia dos Pais

Você está sem idéias para comprar o presente do dia dos pais? Você não é a única pessoa que está com esse problema. É muito complicado escolher um presente pro paizão. Então resolvi dar uma pesquisada para ver o que tem de legal nas lojas online.  Olha o que eu achei!!!!


dia-dos-pais-01

 

dia-dos-pais-03          dia-dos-pais-04dia-dos-pais-05         dia-dos-pais-06dia-dos-pais-07                              dia-dos-pais-09

  1. Aparador de livros Cabo de GuerraFabrica9
  2. Quadro Route 66ToyShow
  3. Aquecedor de café USB + canecaLoopDay
  4. Porta-chaves magnético AlvoUzinga
  5. Dispensador de fita adesiva Fita CasseteHmmm
  6. Churrasqueira redonda esmaltada Bola de Futebol – Fabrica9
  7. Relógio de mesa metal Robô Branco – LoopDay
  8. Relógio Matemática – Fabrica9
  9. Kit para churrasco RockStar – Fabrica9

Não foi nada fácil procurar presentes criativos, mas foi divertido! Tem várias lojas com coisas legais e diferentes. Nenhuma dessas lojas tem parceria com o blog, e também nunca comprei em nenhuma dessas lojas, por isso verifiquem diretinho se são confiáveis ok? Minha idéia é dar sugestões para não cairmos nas mesmas escolhas de sempre!!!

Super beijo!

Ka

The Office (US)

Olá queridos e queridas!

The Office é uma série simplesmente envolvente e apaixonante. Os episódios são curtos, de 20 a 30 minutos. Suficiente para te deixar mais feliz ou mais leve depois de um dia trabalho estressante. O difícil é para de assistir!

Se você ainda não conhece, você não sabe o que está perdendo! A história se passa num escritório de uma companhia de papel, a Dunder Mifflin, onde seus funcionários estão participando da gravação de um documentário. Nos episódios, momentos da rotina são intercalados com declarações dos personagens às câmeras. Isso dá uma sensação de que eles são pessoas reais. As olhadas para a câmera dão uma sensação de cumplicidade entre o personagem e você.

the-office-01

Talvez você não goste dos primeiros episódios. Como acontece com maioria das séries, você só começa a gostar depois de conhecer mais sobre a personalidade de cada personagem. E essa não é uma série de comédia só para dar risadas. Tem momentos que você fica constrangido, triste, emocionado, feliz ou surpreso.  Afinal, foram nove anos de série, realmente não tem como não se envolver.

Esse vídeo é um trecho mais divertidos! Logo você repara que o que eles menos fazem é trabalhar!

No elenco temos os atores: Steve Carell como Michael Scott, Rainn Wilson interpretando Dwight Schrute, John Krasinski como Jim Halpert e Jenna Fischer no papel de Pam Beesley. Esses são alguns personagens principais da série, mas tem outros bem interessantes também. E os atores são excelentes! É difícil de acreditar que os personagens são só personagens.

the-office-03

Ah..essa série é a versão americana do The Office britânico. O britânico eu ainda não assisti. Só posso dizer que a versão americana é demais! Fiquei triste quando acabou.

Aproveitem o domingão para assistir! Vale super a pena!

Bjs

Ka

Maus – A história de um sobrevivente

maus-01O livro de hoje é um quadrinho maravilhoso que li e que achei incrível. Eu jamais poderia de deixar de falar sobre ele. Em Maus, o autor Art Spiegelman conta como seu pai Vladek, um judeu polonês que sobreviveu ao Holocausto.

Vladek conta ao filho as inúmeras decisões difíceis que teve que tomar rapidamente para tentar escapar dos alemães. Ele conta em detalhes as dificuldades vividas no campo de concentração e as atrocidades que aconteciam lá. Nem dá para acreditar que pessoas fizeram tanta crueldade com outras pessoas. Com certeza, Vladek teve que se manter muito forte o tempo todo para conseguir sobreviver.

Aliás, não teria como sobreviver à perseguição nazista sem que marcas fossem deixadas na sua personalidade. Vladek tem algumas manias e dificuldades em se relacionar com as pessoas, inclusive, Artie e ele não se são muito bem.

maus-02

Como eu disse, a história é narrada por quadrinhos. Neles, os judeus são representados por ratos, os alemães por gatos, os poloneses por porcos e os americanos por cachorros. Acho que tinha outros animais mas não me lembro muito bem. A representação das pessoas dessas etnias/nacionalidades por animais faz uma alusão ao relacionamento entre esses animais na ‘natureza’.

Os diálogos entre Art e seu pai são muito interessantes, e é muito legal como que o sotaque do pai deixa a história mais legal ainda. É uma história triste mas muito bem contada.

Recomendo essa leitura. É um livro que vale a pena ter e ler. Não dá nem vontade de parar.

Super beijo a todos!!!

Ka

 

Além das Muralhas – Fresno

Olá pessoal! Como vocês tem passado?

Hoje estou fazendo um post meio diferente. Assisti esse vídeo hoje e quis compartilhar com vocês. Na verdade, eu assisti esse vídeo pela primeira vez na faculdade, na disciplina de Esporte Adaptado.

É um vídeo emocionante que nos faz pensar em muitas coisas. É admirável como as pessoas têm a capacidade de ir além. Mas muitas vezes preferimos dar desculpas e ficar apenas nos lamentando. Os atletas deste vídeo são exemplos maravilhosos de que precisamos ser fortes para perseguir nossos sonhos.

Também penso que precisamos acreditar mais nas pessoas que estão perto de nós. Muitas vezes não possibilitamos o desenvolvimento de uma pessoa por não acreditar nela. Não damos oportunidades, não confiamos uma tarefa ou simplesmente falamos que sua ideia ou sonho é uma loucura.

Eu sei que na maioria das vezes fazemos isso sem querer, e fazemos isso com a gente mesmo. Coisas do tipo “isso não vai dar certo”, “isso é bobagem”, “isso é perda de tempo”, “isso não dá dinheiro”, “tem coisas mais importantes para você fazer”, “isso é muito difícil”…e por aí vai. Frases de desânimo escapam sem querer, afinal, no mundo de gente grande precisamos manter os pés no chão, e sonhar é bobagem! Mas, cada vez mais acredito que pessoas que foram além são pessoas sonharam.

Que tal pensarmos em uma frase de incentivo, de apoio, de ânimo para seu colega do trabalho, seu marido, sua esposa, irmãos, pais, parentes, amigos!!!! Pensou uma frase legal?? Deixe nos comentários!!

Bjs e ótima sexta!

Todos os nossos sonhos podem vir a ser verdadeiros – se tivermos a coragem de segui-los. (Walt Disney)